IN SAJ

Como a tecnologia aumenta a arrecadação da sua procuradoria

Tendências para Procuradorias: alternativas para enfrentar a crise fiscal nos municípios brasileiros

Tendências para Procuradorias: alternativas para enfrentar a crise fiscal nos municípios brasileiros

Tendências para Procuradorias Whitepaper Gratuito

A situação financeira delicada em alguns municípios, impulsionada pela crescente demanda e pela queda da arrecadação, fez com que muitos gestores públicos assumissem prefeituras com déficit orçamentário no último ano.

É nesse cenário que uma das principais tendências para procuradorias, a informatização por meio do uso de sistemas de gestão, passa a ser vista como alternativa para os municípios enfrentarem a crise atual. A queda acentuada nas receitas levou muitos municípios a decretarem Estado de Calamidade Financeira, como aponta a Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Desequilíbrio entre receitas e despesas, dificuldades com pagamentos de funcionários e com fornecimento de serviços essenciais oferecidos à população, como saúde e educação, são algumas das principais consequências que a falta de recursos causa ao município. Com as contas no vermelho, a situação exige uma nova postura dos gestores públicos, que precisam cada vez mais incorporar práticas mais modernas e eficientes de gestão.

Diante da urgência com que os municípios precisam lidar com essa questão, elaboramos o whitepaper gratuito Tendências para Procuradorias: alternativas para enfrentar a crise fiscal nos municípios brasileiros”. O material reúne informações sobre o impacto das novas tecnologias na gestão municipal. Ainda há dicas sobre como a utilização de sistemas de gestão pode contribuir para a retomada da estabilidade econômica dos municípios.

Tendências para Procuradorias: tecnologias disruptivas como alternativa para enfrentar a crise fiscal

Buscar maior eficiência na administração pública é um fator essencial na atuação dos profissionais à frente da Procuradoria-Geral do município. Nesse sentido, a implementação de ferramentas tecnológicas disruptivas focadas em eficiência da cobrança é a alternativa encontrada para a retomada do equilíbrio fiscal e orçamentário das cidades.

No whitepaper gratuito Tendências para Procuradorias: alternativas para enfrentar a crise fiscal nos municípios brasileiros”, destacamos a importância de os gestores compreenderem as possibilidades que se abrem diante dessas novas tecnologias e, por meio de um conjunto de medidas, promover a modernização da gestão pública.

Ao recorrer a soluções baseadas em novas tecnologias para implementar mecanismos eficientes na cobrança dos débitos, os gestores conseguem garantir um maior controle orçamentário. O uso da Computação Cognitiva e da Ciência de Dados, que analisa uma enorme quantidade de dados, ajuda os procuradores a tomarem decisões ainda mais assertivas.  Isso contribui para reduzir significativamente a morosidade do Judiciário, considerado hoje um dos principais entraves para a recuperação da Dívida Ativa junto aos contribuintes.

Confira os temas abordados neste whitepaper gratuito sobre Tendências para Procuradorias:

  • Tecnologia como alternativa para enfrentar a crise fiscal dos municípios brasileiros
  • Principais tendências tecnológicas para Procuradorias
  • Considerações finais
  • Sobre o InSAJ

Como faço para baixar o whitepaper gratuito Tendências para Procuradorias: alternativas para enfrentar a crise fiscal nos municípios brasileiros?

O download do whitepaper “Tendências para Procuradorias: alternativas para enfrentar a crise fiscal nos municípios brasileiros” é gratuito. Clique aqui, preencha o formulário e acesse o conteúdo.

Acesse também o InSAJ para conferir outros materiais. As boas práticas apresentadas no blog podem ajudar os procuradores e os gestores públicos a elevar a arrecadação e equilibrar as receitas e as despesas de suas prefeituras, com exemplos viáveis e já aplicados em outros municípios.

Boa leitura!

Tendências para Procuradorias Whitepaper Gratuito

Comentar

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios são marcados *