IN SAJ

Como a tecnologia aumenta a arrecadação da sua procuradoria

Como não perder prazos em processos de Execução Fiscal?

Como não perder prazos em processos de Execução Fiscal?

prazos em processos

Com a definição de novas equipes de trabalho em prefeituras de todo o País, iniciam-se os planos de ação das administrações municipais. Um deles impacta diretamente no dia a dia das procuradorias. É preciso evitar a perda de prazos em processos de Execução Fiscal para aumentar as chances da arrecadação municipal.

Essa é uma tarefa desafiadora para muitos gestores públicos. Neste sentido, o trabalho dos procuradores torna-se evidenciado e a cobrança para o aumento da arrecadação com efetivo controle e responsabilidade, adequando-se à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), é essencial para determinar o planejamento do orçamento público do município.

Conheça as boas práticas disseminadas pelos melhores procuradores e procuradorias para uma gestão memorável.

Para que o prefeito consiga governar, é necessário incrementar o caixa da prefeitura. Quanto mais verba o governo municipal tiver, mais ações na comunidade será possível realizar. Tornar os processos de Execução Fiscal mais céleres é uma boa estratégia para isso. É uma forma de garantir uma maior arrecadação de tributos por meio dos débitos inscritos na Dívida Ativa.

Confira as práticas que podem auxiliar os procuradores a não perderem os prazos em processos de Execução Fiscal e garantir o aumento da arrecadação do município.

Priorize a organização e a automatização das rotinas da Procuradoria e não perca prazos em processos

Durante o primeiro ano de mandato, é importante destinar tempo e atenção para a organização dos fluxos de trabalho. Assim, a visão do gestor é ampliada, o que torna viável priorizar os ajustes necessários nas atividades essenciais para o projeto de governo.

A má Execução Fiscal pode comprometer a gestão municipal. Nesse sentido, os procuradores precisam entender quais pontos merecem atenção em seu fluxo de trabalho para garantir que os prazos em processos de Execução Fiscal sejam cumpridos adequadamente.

Como o papel das procuradorias é extremamente estratégico aos prefeitos e munícipes, é primordial que a rotina dos procuradores seja bem organizada. A automatização dos fluxos de trabalho de forma personalizada garante ao gestor o acompanhamento constante das principais atividades. Permite ainda a possibilidade de averiguar se o setor está atendendo as metas estipuladas pela gestão.

Outra questão afetada positivamente pela automatização do fluxo de trabalho é a comunicação entre os setores da prefeitura envolvidos no cumprimento dos prazos em processos de Execução Fiscal. Com a tecnologia, Secretaria da Fazenda, Procuradoria Municipal e Gabinete do Prefeito conseguem fazer uma gestão mais organizada de todas as informações. A comunicação ágil e eficaz entre esses setores é fundamental para melhorar a gestão de prazos.

Ou seja, a organização e a automação dos fluxos de trabalho podem aumentar a produtividade dos procuradores municipais e promover a integração entre setores. Tal estratégia é fundamental para antecipar a cobrança da Dívida Ativa e recuperar os valores de impostos, taxas e contribuições que retornam à sociedade em forma de melhorias dos espaços públicos e dos serviços prestados.

Tecnologia aliada à gestão da Procuradoria Municipal para o cumprimento de prazos em processos

O uso de um software de gestão para procuradorias se tornou uma realidade possível a partir da utilização do processo digital no Judiciário. Diante disso, os procuradores passaram a necessitar de uma ferramenta tecnológica capaz de promover maior agilidade nas tarefas diárias, no gerenciamento do volume de processos e, principalmente, no cumprimento de prazos.

Ter os fluxos de trabalhos organizados em um sistema de gestão para procuradorias permite aos procuradores e gestores públicos o controle e a visibilidade dos prazos processuais e a verificação das certidões de Dívidas Ativas e seus respectivos valores.

O software garante o aumento da velocidade na tramitação dos processos de Execução Fiscal, principalmente ao fazer a integração dos sistemas de inscrição em Dívida Ativa e Tribunais, evitando a perda de prazos para cobrança.

Veja como a PGM de Santos (SP) aumentou o ajuizamento de Execuções Fiscais

No cenário atual da economia, adotar práticas inovadoras na gestão da Procuradoria é crucial para manter a saúde financeira do município e da gestão pública. É preciso se dedicar para encontrar soluções que diminuam os índices de inadimplência e para recuperar as dívidas dos credores.

Assine nossa newsletter para conhecer alternativas para a recuperação de dívidas e para o aumento da arrecadação municipal. Compartilhe conosco as boas práticas adotadas na sua Procuradoria para evitar perda de prazos em processos de Execução Fiscal.

Comentar

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios são marcados *